Retornar

Plano Brasil Saúde planeja investir R$ 60 milhões nos próximos anos Enviado em 20 de Abr de 2023

Com cerca de um ano de atividade, o Plano Brasil Saúde já conta com 15 mil usuários, sendo 12 mil de saúde hospitalar e 3 mil de saúde odontológica, além disso, a healthtech espera encerrar 2023 com, pelo menos, 40 mil usuários. “Estamos conseguindo mostrar o nosso produto e já temos credibilidade e aceitação muito positiva. Acredito que em 2024 estaremos com mais de 60 mil usuários”, comemora Paulo Bittencourt, CEO da operadora de saúde com sede em Salvador, na Bahia.

Ele complementa que a partir desses números a empresa estará em condições de reduzir muito os riscos de sinistros elevados que ocorrem no setor de saúde. Nos EUA, diz ele, cerca de 45% dos recursos gastos em saúde são desperdícios. E na saúde suplementar existem poucos planos com foco na prevenção. “Então criamos o Plano Saúde Brasil, que é focado na prevenção e na eliminação dos desperdícios que existem em todas as operadoras de saúde”.

Bittencourt comenta que está desenvolvendo parceria com o Instituto de Gestão de Humanização em Salvador, que tem Clínicas de Atenção Primária à Saúde APS, em unidades hospitalares em Salvador. Funciona como se fosse um hospital próprio da operadora Plano Brasil Saúde, que chamaremos de URSAS – Unidades Resolutivas de Saúde. “Nosso plano é criar 12 URSAS em todo o Brasil. Esta ação não exige investimento muito elevado, se comparados a implantação de hospitais, mas planejamos investir R$ 5 milhões em cada uma”, afirma. Os planos da operadora é implantar uma unidade piloto em Salvador, que atenderá pacientes da Bahia e de alguns estados do Nordeste, que a depender da complexidade serão encaminhados para Salvador. “Serviços de alto custo e que tragam um impacto dentro da sinistralidade da operadora iremos trazer para Salvador”, afirma. Ele diz ainda, que com a parceria com o IGH, a operadora se prepara para expandir suas ações no Rio Grande do Norte, Pernambuco, Rio de Janeiro, Goiás e interior de São Paulo.

É claro, diz Bittencourt, que a parceria com o IGH não diminuirá o nosso foco, e a operadora terá sempre parcerias com a rede terceirizada dos Estados. “Nosso objetivo não é ficar com toda a nossa rede verticalizada, a despeito do que ocorre com outras operadoras. Nós temos core business em termos de assistência e iremos focar em serviços que tenham grande impacto dentro dessa nossa rede”.

De acordo com Paulo Bittencourt, a Plano Brasil Saúde, está com bons resultados, apresenta boa performance e tem sinistralidade muito reduzida. “Estamos com a melhor classificação na ANS – Agência Nacional de Saúde em termos de operadora que traz risco para o setor, pois não levamos nenhum risco ao mercado. Acredito que estamos em um bom caminho e temos grandes expectativas para o futuro”, conclui.

Icone Telefone

Ver Telefone

Telefone Fixo

Icone Atendente Feminina

Ouvidoria

Envie um email para Brasil Saúde

Icone Trabalhe Conosco

Trabalhe conosco

curriculo@planobrasilsaude.com.br

Icone Conferência de Imprensa

Imprensa- Encaso Comunicação Coorporativa

ana@encasocomunicacao.com.br

(11) 2950-2849